As marcas de roupas masculinas mais caras e exclusivas do mundo

Existe uma diferença enorme entre você comprar um terno de R$ 500 e um de R$ 2 mil. Tecido, acabamento, caimento, entre outros fatores, irão fazer a diferença não só na hora de pagar, como também quando você for usar.

O que você acharia então de um terno que custasse R$ 92 mil, feito sob medida para você? Ou que tal uma meia a R$ 100? Pois isso não só existe como também são usadas por pessoas extremamente sofisticadas e que, obviamente, tem uma conta bancária boa o bastante para pagar por isso. Veja abaixo algumas dessas exclusivíssimas marcas e entenda porque elas dizem valer a exorbitância que cobram.

Ternos Kiton
Fundada em Nápoles na Itália em 1968, seus costumes mais simples costumam sair entre US$ 5 mil e US$ 12 mil. Um de seus ternos mais caros pode custar a bagatela de US$ 30 mil, já que não só é feito com os melhores tecidos da empresa, como também você recebe o tratamento VIP de ter o alfaiate-mestre da companhia saindo da Itália para qualquer lugar do mundo para tirar suas medidas. Eles também produzem sapatos casacos e camisas. Todos feitos à mão.

Sapatos Berlutti
Desde
1895, a empresa da família Berlutti é referência mundial em termos de sapatos artesanais. Reza a lenda que os homens que adquirem um par utilizam seda veneziana embebida em champanhe Don Pérignon para poli-lo e ainda o deixam descansar sob meia-lua. Segundo Olga Berlutti (da quarta geração a chefiar a empresa), o sol queima o couro e a lua dá brilho. Em seu ateliê em Paris, passaram pessoas como Pablo Picasso, Andy Warhol e Jean Cocteau. Um par de sapatos sai por no mínimo US$ 1,2 mil. Mas são para toda a vida.

Óculos Oliver Goldsmith
O que Peter Sellers, Grace Kelly, Michael Caine, Audrey Hepburn e John Lennon têm em comum? Além da fama, os óculos. Todos criados e confeccionados por Oliver Goldsmith. A empresa londrina foi a inovadora no uso de óculos de sol que unissem estilo e confortabilidade. Foram os primeiros a desenvolverem edições especiais para o inverno e também os primeiros a se aliarem aos grandes ateliês de moda para apresentá-los nas passarelas. Modelos a partir de US$ 500.

Meias Pantherella
Com mais de 70 anos de existência, a empresa de Leicester na Inglaterra, ganhou a reputação como fabricante das melhores meias do mundo. Utilizando tecidos de primeiríssima qualidade e com a costura no dedão totalmente feita à mão, acabam levando a uma qualidade e conforto nunca antes vistos em meias. Seu modelo com 85% de cashmere custa
57,50 libras (R$ 106).

Relógios Patek Philippe

Fundada em 1839 por dois imigrantes poloneses, e hoje nas mãos da família Stern em Genebra, é sinônimo de belíssimos e acurados relógios. Para se ter uma ideia, um relógio Patek Philippe da linha Grand Complication leva quatro anos e meio para ser produzido e exige cerca de 12 mil operações nesse processo e a manipulação de 407 peças diferentes. O preço desta belezinha? Mais de R$ 450 mil.

O relógio Patek Philippe é sinônimo de belíssimos e acurados relógios

Redação 2/1

 

Matérias que podem te interessar:

O Conselho de Administração da Portugal Telecom (PT) anunciou nesta terça-feira (1) que decidiu conv...
Administração própria de prédio exige preparo
Brasil concede visto à blogueira cubana Yoani Sánchez
10 tendências de moda para o Verão 2014 reveladas na SPFW
Trench coat na primavera: uma peça, várias formas de vestir

Publicidade

Você deve estar logado para publicar um comentário Login



Parceiros

Faça parte desse sucesso

Mídia